Criando Mind Map para arquitetura de aplicação Java Web com JSF 2.2 com CDI, Primefaces 5.1 e EJB 3

No post de hoje irei mostrar uma implementação de Mind Map(mapa mental) para aplicação JSF com CDI, Primefaces e EJB.Alguém pode perguntar mas para que irei utilizar um Mind Map em java, farei um resumo sobre o que é e porque utilizar.

Inicialmente iria utilizar os Mind Maps para auxiliar nos estudos para tirar a certificação Java ‘Java SE 7 Programmer I (1Z0-803)’, mas percebi que posso aplicar esta técnica no meu dia-a-dia também para memorizar a arquitetura básica de uma aplicação Java Web.

projetoJSFCDIWeb

Mid Map foi desenvolvido pelo inglês Tony Buzan na década de 70 e se destaca por estimular os dois lados do cérebro. O lado esquerdo fica responsável pelas palavras-chave, hierarquização das informações; e o lado direito pela junção e interpretação das cores e imagens.

Com o mapa mental o raciocínio é montado em cima do conteúdo principal e vai quebrando essas informações em partes de maneira que o cérebro vai raciocinando e gravando.

O mapa mental é utilizado no processo de organização do pensamento, ajuda a hierarquizar o pensamento e a compreender melhor as informações sobre determinado conteúdo para facilitar a memorização de informações importantes, aumentar a produtividade com menos esforço e investimento de tempo.

Algumas pessoas têm dificuldade em guardar informações estudadas para fazer um vestibular, prova de certificação, concursos públicos ou prova da faculdade, podendo ser utilizado também para fazer resumos.

Como alternativa podemos utilizar os Mapas Mentais para facilitar o aprendizado e memorização em longo prazo, independente do tipo de conteúdo.

Criando um mapa mental

Para criar o mapa mental é necessário somente papel, caneta ou lápis coloridos e criatividade.

Algumas dicas

  • Comece com folha de papel sem pauta horizontal
  • Escreva do centro para as extremidades
  • Defina o tema, matéria, capítulo
  • Utilize cores diferentes
  • Utilize palavras-chaves e principais conceitos
  • Utilize letra de forma, para ser mais legível
  • Utilize letras grandes, pois elas estimulam o canal visual e agilizam as revisões
  • Abrevie as palavras o máximo possível
  • Quebre os temas principais em níveis, de acordo com o grau de importância
  • Abuse de imagens, desenhos que simbolizem o conteúdo abordado

Alguns Softwares

  • XMind
  • Fremind
  • SimpleMind+
  • iThoughtsHD
  • Mindjet

Conclusão

Achei muito interessante a utilização desta técnica para memorizar a estrutura da aplicação, pois e alguns momentos é necessário criar uma nova aplicação e até lembrar de todos os arquivos, locais, libs e configuração, acaba levando algum tempo. Já com o mapa mental me pareceu mais simples e rápido caso amanhã eu precise relembrar. Espero que vocês tenham gostado. Deixem um comentário, falando o que acharam, possíveis dúvidas ou críticas. Um grande abraço!

Anúncios

Resumo do Blog carledwin & Java de 2014

Quero agradecer a todos que visitaram carledwin & Java neste ano de 2014.

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2014 deste blog.

Aqui está um resumo:

Um comboio do metrô de Nova Iorque transporta 1.200 pessoas. Este blog foi visitado cerca de 6.100 vezes em 2014. Se fosse um comboio, eram precisas 5 viagens para que toda gente o visitasse.

Clique aqui para ver o relatório completo

Criando um DataSource no JBoss 7

Olá pessoal, o blog do Luciano Molinari – Software, Java e Arquitetura foi um dos posts que utilizei como refêrencia de pesquisa para minha publicação. Segue o link.

Software, Java e Arquitetura

Nesse post serão apresentados quais passos devem ser seguidos para a criação e configuração de um DataSource no JBoss 7. Como exemplo, será utilizado o banco de dados MySQL e o servidor de aplicações JBoss 7.1.0-Final. Também estará sendo usado o modo standalone do JBoss, caso prefira usar o modo domain, basta alterar as pastas citadas no post pelas respectivas do modo domain.

Criação do módulo com o driver JDBC do MySQL

A primeira grande mudança em relação às versões anteriores é que as bibliotecas que o desenvolvedor deseja implantar no JBoss não são mais simplesmente consideradas “libs”, onde bastava copiar o .jar para uma determinada pasta e usar os serviços providos pelo mesmo. Agora qualquer lib é considerada um módulo para o JBoss, assim como os próprios serviços internos do servidor, como por exemplo serviço de mensageria. Para configurar o módulo do driver JDBC do MySQL, deve-se:

  • Fazer o…

Ver o post original 454 mais palavras

Configurando Datasource no Jboss AS 7.1.1 + eclipse Luna + MySQL 5.1

No post de hoje será mostrada uma das formas de configurar o dataSource para o Jboss AS 7.1.x, esta configuração pode ser um ponto de muita dificuldade para algumas pessoas. Vamos ao trabalho.

Na aba view server selecionar new >> server e seguir os passos baixo.

ds116

ds117

ds118

Selecione um local para salvar o jboss.

ds119

ds120

ds121

ds122

ds123

Após ter completado o download, selecione novamente o diretório onde se encontra o jboss e selecione JRE jdk 1.7.x e Finish.

ds124

ds125

ds126

ds128

ds129

Abra o diretório onde está o jboss e acesse a pasta ‘com’ x:\xx\jboss-as-7.1.1.Final\modules\com crie uma pasta mysql, dentro esta pasta crie outra pasta jdbc e por fim uma pasta main.

ds130

Dentro da pasta main crie um arquivo module.xml com o conteudo exibido a seguir. Coloque também nesta pasta o jar de conexão com o mysql.

ds131ds132ds134Será criado agora um novo usuário para acessar o console do jboss, acesse o caminho x:\xx\jboss-as-7.1.1.Final\bin e execute o arquivo add-user.bat (windows).

ds135Configure de acordo com as imagens a seguir.

ds136Acesse o arquivo standalone.xml no caminho x:\xx\jboss-as-7.1.1.Final\standalone\configuration e altere o arquivo acrescentando o driver do mysql, conforme a imagem a seguir:

ds145Antes da alteração.

ds146

 

Nova configuração.

ds150Start o jboss via eclipse, se tudo deu certo será exibido no console do eclipse um resultado semelhante a imagem a seguir:

ds137Acesse o caminho http://localhost:8080, será exibida uma imagem semelhante a imagem a seguir:

ds138ds139Selecione a opção de Administration Console, será exibida a tela de console.

ds140Selecione a aba Profile e o menu Connector e Datasources.

ds142ds141

Selecione a opção add para adicionar um novo datasource e siga os passos a seguir:

ds143ds144ds148ds151ds152ds153ds154ds155ds156

Teste a conexão caso de tudo certo, será exibida uma tela semelhante a imagem a seguir:ds157ds158ds159Pare o jboss e start novamente. o resultado deverá ser semelhante ao exibido a seguir:

ds160Muito obrigado, deixe seu comentário e até o próximo post.



Configuração maven Jboss AS 7.1 + eclipse Luna + Servlet 3 + Java 7

No post de hoje será mostrada uma das maneiras várias maneiras que existem para configurar um projeto web com Maven, Jboss AS 7.1, Servlet 3.0, eclipse Luna e Java 7. Algumas pessoas podem encontrar dificuldade neste tipo de configuração, mas espero que este post possa ajudar.

Será necessário eclise, Maven e Jboss AS 7.1.

Criaremos inicialmente um novo projeto Maven, siga os passos a seguir:

11

2

Selecione Create a simple, e Next.

3

4

Será configurado o Grupo, Artifact – Nome do Projeto e a forma de empacotar, neste caso .war e Finish. Será exibido o projeto e sua estrutura básica.

5

Repare que foi criado também um arquivo pom.xml, que é um arquivo de configuração maven para o projeto. A seguir a estrutura do arquivo.

6

Será cofigurado agora o tipo de codificação para copiar arquivos sendo UTF-8 e compilação para java 7 arquivo pom.xml

7

Neste momento o projeto deverá ser atualizado para acatar as novas configurações. Selecione Maven >> Update Project.

8 9

10

Configurar o Project Facets com Dynamic Web Module com versão 3.0.

11 12

O projeto deve estar com uma estrutura semelhante a exibida a seguir, caso exista o arquivo web.xml exclua-o.

14

Criaremos uma servlet para testar a aplicação.

15 16 17

18

Iremos configurar a dependência para servlet 3.0 no arquivo pom.xml.

39

19
19

Altere a servlet conforme exibido a seguir:

36

Configuração do servidor de aplicação.

20 21 22 23 24 25 26 28 29 30 31

Adicione o projeto ao servidor de aplicação.

32

33

Start o servidor e teste a aplicação acessando a URL http://localhost:8080/ProjetoMaven/BemVindoServlet.

34

38

O projeto estará disponível no gitHub – https://github.com/carledwin .

Epero que tenham gostado e até o próximo post.

Sobre o Autor:

fotoazulCarl Edwin Antonio Nascimento é especialista formando em MBA em Desenvolvimento de Software Web pela UNIP, Analista de Sistemas formado pela Faculdade Anhanguera.

Cursou Formação Java Avançado – Laboratório Web com JSF2 com CDI na Caelum–SP em 2013, Struts1 e a Web na Alura – Online, cursou também Formação Java e AWB(JSF) pela infoSERVER. Seu primeiro contato

com programação na Microcamp onde se formou como Web Design Developer 2008.

Atualmente é Analista Desenvolvedor Java em uma Consultoria de TI prestando serviço ao governo. Trabalhou como Analista Programador Java em uma multinacional especializada em Monitoramento e Rastreamento 2013-2014, trabalhou também como Programador pela consultoria InfoSERVER prestando serviço para o Banco Bradesco 2010-2012 e ministrou aulas como professor de informática 2010–2011.

Monografia sobre REST – Desmistificando A Implementação De Web Services REST Em Java

Olá pessoal, este post é bem rápido onde compartilho com todos os interessados em Web Services Restful um breve estudo sobre sua implementação em Java.

Questionário sobre REST e SOAP para minha monografia – Direcionado a Desenvolvedores Java.

Pessoal bom dia, este post é bem rápido.

Estou finalizando minha monografia para a Pós-Graduação e parte dela é um questionário sobre REST e SAOP.

Segue o link do formulário para quem puder responder.

https://docs.google.com/forms/d/1xcPnR1TgitNkhTuMgpJzRobYdRgpxmJDRwesJLQt0T4/viewform

Obrigado a todos!