ESB

O que é ESB ?

Enterprise Service Bus ou Barramento de Serviços Corporativos.

ESB1

É uma arquitetura de construção de software normalmente implementado em tecnologias na categoria de produtos de infra-estrutura de middleware.

Baseado no reconhecimento de padrões, que fornecem uma base  de serviços para arquiteturas mais complexas.

Middleware ou mediador é um programa de computador que faz a medição entre o software e demais aplicações.

O ESB tem como função prover uma camada de abstração acima de um sistema de mensageria, permitindo a execução de processos de negócio de forma harmoniosa e simplificar o esforço de invocar serviços.

É responsável por gerenciar a localização e caminho que a requisição de um serviço irá fazer na rede.

Um de seus inventores é David Chappell, que atualmente é líder de SOA na Oracle. Chappell é autor do livro “Enterprise Service Bus”, e descreve o ESB como “backbone altamente distribuido” no qual SOA é construída.

Backbone pode ser definido como rede de transporte com esquema de ligações centrais de um sistema amplo e com auto desempenho.

books

Algumas definições:
* Arquitetura de serviços distribuídos com um modelo de container leve para armazenar componentes de integração. Ex.: Serviços remotos.
* Backbone que de mensageria que oferece entrega de mensagens entre aplicações e serviços
* Transações através de XML
* Framework de segurança flexível
* Infraestrutura que permite configuração, deployment, monitoramento e gerência dos serviços remotos.

Considerada a parte lógica de SOA, a presença do ESB deve ser transparente para os serviços das aplicações.

6587_preface_01
De cordo com Eric Bruno, reproduzo a tradução livre do trecho em que ele define ESB da seguinte maneira:

ESB é um framework com diversas funcionalidades: escolha e use.
Por exemplo, você escolher as features que deseja utilizar, ignorando as que não fazem sentido para a solução proposta pela arquitetura que você projetou.

Um “bom ESB” deve ter pelo menos características a seguir:

* Ter Infraestrutura de mensageria robusta e confiável
* Possibilitar desenvolvimento de sistemas baseados em SOA
* Ser Fortemente baseado em XML
* Suportar padrões de Web Service (e.g SOAP)
* Ser Independente de plataforma
* Suportar transações e ter features de segurança
* Utilizar protocolos padrão e ter integração com legados.

De acordo com o que foi pesquisado, foi concluído que ESB pode não ser a melhor solução para todos os problemas, mas quando utilizado para a comunicação entre vários sistemas via web o resultado pode ser bem satisfatório.

Referências da Web:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Backbone

http://soasimples.com/blog/?p=166

http://tinyurl.com/aku7bvu

http://pt.wikipedia.org/wiki/Middleware

http://tinyurl.com/a6aqq7m

http://pt.wikipedia.org/wiki/Enterprise_Service_Bus

Referências Bibliográficas:

Theory in practice
Livro: Enterprise Service Bus
Autor: David A. Chappell Edição Kindle
Editora: O’Reilly Media

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s